Novela mostra que Globo sabe onde fica Miami mas não sabe onde fica Belém


Do http://causaoperaria.org.br
A emissora golpista Globo, responsável pelo golpe de estado no Brasil, que atende os interesses do Imperialismo, mostrou que um assunto que não entende nem um pouco é o Brasil e do povo brasileiro. A nova telenovela das 21h que estreou no dia 3 de abril, se passa em Belém, ou pelo menos deveria.

A novela gerou revolta entre as pessoas pois não representa em nada a capital paraense, ou apenas a caricatura feita por pessoas que não conhecem e nem querem conhecer o Brasil.

Os belenenses questionaram o porquê da emissora e da autora da novela, Glória Perez, inventarem um novo sotaque e novas expressões que não são faladas no Pará, mas são usadas pelos personagens da novela, que o próprio perfil do facebook da autora recebeu chuva de reclamações. Ou porque as músicas temas da novela é no estilo forró, que não é a música tradicional do Pará. 

Os moradores de Belém do Pará também não gostaram nem um pouco de o tanque onde Ritinha se exibe como sereia ser no mercado Ver-o-Peso, onde não há aquário, “Os episódios que acontecem no Ver-o-Peso é que estão gerando polêmica. Principalmente porque as pessoas não se reconhecem nas cenas”, diz o professor e pesquisador paraense João de Jesus Paes Loureiro. 

“A novela não espera ser documental, mas não deveria fugir a uma lógica entre ficção e realidade. Não se colocaria, por exemplo, o Pão de Açúcar na proximidade dos Andes”, acrescenta. A Globo possui a vantagem de ser a única grande emissora do Brasil, não é escondido de ninguém que ela tem o monopólio da televisão brasileira, e mesmo com esses vastos recursos não foi capaz nem de se saber sobre o que escreve, de pesquisar ou viajar, pois efetivamente não ligam.

A atitude contrasta com o conhecimento da emissora dos EUA, que jamais diria que Manhattan, bairro de Nova Iorque de onde tiraram o nome para o programa Manhattan Connection, ficaria em Boston ou em Chicago, uma atitude de caráter extremamente sérvio ao imperialismo.

Apoiadora da ditadura de 64 e de todos os governos reacionários que vieram depois dela, a falta de respeito com os paraenses se repete com todo o povo brasileiro, como todo capacho, gostam do imperialismo e de sua propaganda

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s