Y love charinko


Houve um tempo em que a maioria dos caras que eu conhecia e possuíam uma carrinha deixavam o chaveiro em posição estratégica para que todos soubessem que ali estava um ser com poderes de deslocamento fácil e rápido para qualquer lugar, sem contar que uma chave dessas lhe concedia uma honraria de pertencer a um clube fechadíssimo de gente com a boa massa na carteira.

Esses tempos em muitos lugares não existem mais. Distâncias curtas são feitas a pé ou então montados em uma magrela. Passa despercebido para um turista apressado a quantidade de bicicletas estacionadas ao redor das estações e de que seus montadores são compostos por gente de todas as idades.

Logo ao amanhecer o dia, as ruas do arquipélago são tomadas pelo colorido de milhares de estudantes se dirigindo para as escolas . É uma pratica que começa bem cedo e que se estende por toda a vida. Pedalar é preciso.

O caso é que eu hoje precisava levar a mascota para a clínica, então depois de esperar ela bater o seu gorran matinal, azeitei minha magrela e partimos para cumprir o calendário de sua vacina.

Ela não costuma sentar na cesta, quer sempre pousar de líder , fica em pé o tempo todo e com muito empenho acompanha a paisagem em todo o trajeto. 

Depois de uns 20 minutos de pedalada , chegamos a clínica , mas acabamos encontrando as portas cerradas. Era dia de folga. Então aproveitamos e fizemos um pequeno descanso , eu tomei um cafezinho e ela sua água ,sem estresse nenhum. 

Amanhã voltaremos.

Os tratadores de patas também folgam. Foi bom não telefonar antes , para ir depois.

Na volta , pensei em deixar minha companheira dar uma esticada nas pernas, mas para minha surpresa, ela foi enfática na recusa. Deu uma lambida e seguiu em pé na cesta.

A pedalada de hoje me fez perceber que uma época está dizendo tchau, que pedalando posso encurtar caminhos e descobrir lugares novos

 Que pedalando no entorno de nosso bairro podemos sentir as pequenas mudanças ocorridas no decorrer do ano 

E descobrir também que nos canteiros está havendo trocas das flores e rosas…

Que há um nova casa de Lamen. Que a pequena fábrica de pães também folga na quarta.

Que o vizinho de mais de 80 anos, esteve com problemas recentes nos joelhos. Mas segundo ele vai melhorar…

Que os miúdos da creche estão caminhando no rumo do parque…


Pedalar e caminhar são duas coisas boas e extremamente saudáveis nesses tempos tão corridos e também com um excesso de competitividade ,com nível bem pra baixo.

Ao chegar em casa, minha companheira de patas gordinhas agradeceu ao seu modo e agora dorme próximo aos meus pés …

Eu amo charinko

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s