Do poeta Adonis. “A violência está sempre ligada à visão monoteísta do mundo”

Do http://www.dn.pt

Um dos seus temas é a separação do estado e da religião. Esse caminho também está a voltar para trás? Há uma contaminação?

Concordo. Mas para evitar essa amálgama não se pode fazer uma guerra contra uma religião. Não se pode estar contra uma religião. É preciso estabelecer que a religião é um direito dos seres humanos. O homem tem o direito de procurar qualquer coisa que possa resolver os seus problemas com o desconhecido, com o além, com a morte. Ele tem esse direito e é preciso defender esse direito. Dito isto, ninguém tem o direito de institucionalizar a sua religião e impô-la a toda uma sociedade. Tal como temos o direito de acreditar, temos o direito de não acreditar. E nessa perspetiva é preciso separar o Estado, que é comum a todos, da religião, que é pessoal, um assunto tão pessoal como o amor, e que não compromete se não a própria pessoa. Insisto nisto porque dizem que eu sou contra a religião. Não se pode ser contra a religião, muito menos eu, porque defendo os direitos do ser humano. Não se pode ser contra um direito do ser humano. Mas sou contra a agressão. Se tem o direito de acreditar e não me dá o direito de não acreditar, torna-se agressivo contra mim. Sou contra a agressividade, pela liberdade e os direitos humanos para todos.

Entrevista completa no link abaixo
http://www.dn.pt/artes/interior/a-violencia-esta-sempre-ligada-a-visao-monoteista-do-mundo-5497776.html?utm_source=dlvr.it&utm_medium=twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s